Seja um seguidor deste BLOG também - Inscreva-se aqui!!!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Meu trabalho (Alvaiade / Alberto Maia)

Moço
Meu trabalho é pesado como o que
Moço
Meu batente é duro de doer

Levanto cedo vou pro meu trabalho
Vivo contente procedendo assim
Além dos filhos que deixei em casa
Tem uma dona que cuida de mim

A minha mão é toda calejada
Trabalho muito no cabo da enxada
A minha vida não é sopa não
São 8 bocas me pedindo pão

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir